Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


O tempo passa

por *Márcia S.*, em 27.08.15

Há dias que nem damos pelo tempo passar. Passa tão rápido que parece fugir quando o tentamos agarrar. Parece que foi ontem a última vez que disse a alguma pessoa que a amava mas, quando fui ver passou tanto tempo que já não me reconheço nessas palavras. O "amo-te" quase se tornou um tabu para mim. Houve uma altura que jurei a mim mesma nunca mais dizer essa palavra tão... inocente? ousada? Não sei.
Não sei se tive medo do seu significado. Quase sempre fui de instintos e nunca disse um "amo-te" para alguém, sem o sentir realmente.

Parece que foi ontem que acordei e caiu por terra o pensamento de "felizes para sempre". Até quando é válido "para sempre"? Amanhã? Até morrer? Até deixar de existir sentimento? Também não sei. O tempo passou e nem dei conta.

Parece que foi ontem que me despedi de alguém e disse "até amanhã". Mas o amanhã nunca mais chegou. E o tempo passou, as pessoas mudaram, as saudades vieram e desapareceram. E agora? Voltamos ao inicio? Fingimos que nada existiu?

Autoria e outros dados (tags, etc)



4 comentários

Sem imagem de perfil

De Carlos a 27.08.2015 às 21:38

Não te arrependas de nada.
Se erramos ou não, os nossos passos são ensinamentos.
Imagem de perfil

De *Márcia S.* a 27.08.2015 às 21:43

Arrependimento não, dúvidas talvez.
Imagem de perfil

De Gi a 28.08.2015 às 09:47

Dizer "amo-te" deve ser um ritual, algo que dizemos todos os dias. Porque por vezes esquecemo-nos dessa palavra tão importante, essa palavra que por vezes muda tudo. E depois é tarde demais...
Imagem de perfil

De *Márcia S.* a 28.08.2015 às 10:04

Hoje é uma palavra cada vez mais banal, para muitos. Mudar muda sempre, para bom ou não mas muda.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens