Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Há prazeres que nunca mudam

por *Márcia S.*, em 26.04.16

Há coisas que mudam com o tempo... se me viessem dizer no passado que me ia dar imenso prazer praticar alguma actividade física eu ia rir, muito mesmo. No meio de um mundo de escolhas, neste assunto, algo haveria de me agradar mas acho que nunca pensei muito nisso. Depois de experimentar diversas actividades distintas e ter gostado de diversas, a que mais me apaixonei é sem dúvida o BodyCombat. Apaixonei-me de tal forma que seria, sem sombra para dúvidas, a minha actividade de eleição. Acho que é um misto de descarregar más energias e libertar a revolta que acumulei durante anos dentro de mim. É o chegar ao fim e sentir um alivio enorme e sorrir.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ciúmes, um "mal" que me chateia

por *Márcia S.*, em 26.04.16

Se há coisa que me chateia um bocado é o saber que alguém sente ciúmes meus, ou por minha culpa, ciúmes que levem de alguma forma a discussão ou troca de palavras mais agressivas. Não que eu não não sinta ciúmes, claramente que os tenho. Mas os meus ciúmes já foram, em tempos, tão exagerados que hoje quase me arriscava a dizer que seria preciso muito para ficar com uma pontinha de ciúme. Desde o momento que aprendi a ser feliz sozinha e sentir que não preciso de ninguém para estar no meu expoente máximo de felicidade, esse meu lado ciumento quase se apagou. Muitas vezes penso que foi das melhores coisas que perdi, era desgaste de mais... para mim. Confesso que acho uma certa piada a ver alguém com uma réstia de ciúme, mas tudo com conta, peso e medida. Tudo o que é de mais enjoa e dou preferência a rir imenso do que uma "mini zanga" por culpa de ciúmes desnecessários.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Quero apenas uma razão

por *Márcia S.*, em 22.04.16

Hoje apenas queria ter uma razão. Uma razão para estar bem assim e em simultâneo querer muito mais. Uma razão para sentir que cada segundo que passa é uma eternidade mas, mesmo assim, as horas passam a correr. O tempo não pára e eu só queria ter uma razão. Uma razão para ver que agora não é tarde para avançar. Uma razão para ter tudo tão perto e as saudades serem maiores que o mundo. Uma razão para querer dizer mais e ao mesmo tempo recuar. O tempo passa e vou percebendo que é curto de mais para tudo o que quero realizar, vou percebendo que afinal nem tudo está tão perto como seria desejável. Quero uma razão para querer partilhar tudo mas não saber se será a altura mais certa. Quero apenas uma razão para desejar que, enquanto longe, o tempo passe a correr. Uma razão para ser tão difícil de entender, perceber se terá sido apenas a sorte ou os caminhos que se voltaram a cruzar. 

Uma razão para querer dizer tudo e faltarem as palavras certas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

E, um dia, tudo vale a pena

por *Márcia S.*, em 21.04.16

Cheguei a duvidar se o meu esforço seria recompensado. Se conseguiria seguir o à risca o que me tinha proposto, se a minha força de vontade seria suficiente para avançar e levar todo o seu progresso como uma grande aprendizagem. Cheguei a duvidar que era capaz. Olhei para trás e vi que não tinha nada a perder, ao invés disso já teria perdido o que tinha a perder. Não tinha nada a perder e, eventualmente, teria muito a ganhar. "Quem sabe me surpreendo a mim mesma", pensei no dia que tomei (talvez) a melhor decisão da minha vida. Não hesitei, apesar de duvidar, apesar de ter receio de me desiludir a mim mesma. Encarei o desafio como uma conquista ou "uma nova vida" que me esperava. Conquistei, fui conquistando, continuo a conquistar e a surpreender-me sem saber bem onde e como fui buscar força para "me mudar". Sem grandes esperanças, apaixonei-me. Apaixonei-me por mim, pela vida e por cada conquista, mesmo que pequena, que vou tendo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Uma dose de objectivos

por *Márcia S.*, em 19.04.16

O mundo não parou e, por vezes, acaba por nos passar ao lado a nossa "missão" nesta vida. Nem sempre é tudo tão linear e alguns objectivos que temos mais simples de alcançar que outros. Gosto de me desafiar a mim mesma, superar-me a cada dia e de alguma forma aprender a ser cada dia melhor. Não busco a perfeição em nenhum dos meus objectivos nem metas que coloco a mim mesma, apenas tenho a necessidade de me superar e melhorar a vários níveis e acima de tudo ser uma pessoa melhor.

Estou bem com uma boa dose de felicidade e objectivos a cumprir.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Pág. 1/8



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens