Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


A vontade dos outros deveria contar?

por *Márcia S.*, em 29.03.16

Na minha vida tive diversas situações em que dei mais ouvidos a quem não tinha de interferir na minha vida, deixando a minha vontade de lado. No meu passado fiz, por exemplo, variadas tentativas para perder peso e todas elas sem sucesso. Um dos maiores problemas para esse insucesso foi mesmo o facto de ter dado mais ouvidos ao que as pessoas que me rodeavam achavam correcto, ao invés de olhar para dentro de mim e pensar bem no que eu queria. Por vezes as pessoas que nos rodeiam até podem ter boas intenções no que nos dizem, nas opiniões que nos podem ir dando. Porém a decisão de levar em conta ou não as opiniões e conselhos que outros nos dizem é somente nossa. Sou da opinião de que as opiniões de outras pessoas podem ser ouvidas e, quem sabe, analisadas mas nunca seguidas ao risco de forma a não pensarmos no que realmente queremos.

Quando tomamos a iniciativa de alterar alguma coisa na nossa vida, devemos sempre ter em conta que a nossa opinião conta mais que a opinião das outras pessoas. Caso não estejamos a dar ouvidos à nossa vontade e formos realizar algo só porque a pessoa A, B ou C disse que seria o mais sensato, todo o plano poderá sair furado.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ninguém disse que era fácil!

por *Márcia S.*, em 29.03.16

Não consigo compreender algumas aquelas pessoas que desistem das sua ideias e objectivos mesmo antes de tentarem fazer acontecer. Acabam por dar desculpas como por exemplo que seria demasiado difícil alcançar o que pretendiam. Mas afinal, alguém disse que seria fácil? Acho que seria prudente existir o mínimo de esforço para conseguirmos atingir o que realmente gostamos, idealizamos e acima de tudo queremos.

Posso falar por experiência própria que desisti de muita coisa na minha vida e algumas dessas coisas por falta de tentativa. No entanto, quando comecei a combater o excesso de peso sabia desde o início que era um processo longo e difícil. Sejamos honestos, nada nesta vida nos é dado de mão beijada, como se costuma dizer. De qualquer forma, arrisquei, quis ir mais além, batalhei e retirei a palavra "desistir" desta minha "missão". Ninguém me disse que seria fácil e não foi, nem está a ser, no entanto, cada dia que passa é uma vitória que será festejada no final da jornada que não está para breve.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens