Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Passado perdoado mas não esquecido

por *Márcia S.*, em 11.02.16

Costumo dizer que me custa mais esquecer do que perdoar, apesar de existirem coisas que não perdoo porque não merecem perdão. No entanto, devido ao tempo passado e mudanças interiores realizadas, não guardo rancor a quase nada do meu passado. Grande parte dele está, claramente, perdoado. Não, não esqueci e não quero voltar a reviver certos momentos. Não quero ter presente na minha vida pessoas que de certa forma me trataram mal e com as quais não me identifico. Não, não pretendo voltar a ter grande convivência com elas. Não pretendo lembrar-me muitas vezes do que passei no meu passado, apesar de ter perdoado na minha cabeça a maioria das pessoas que se atravessaram na minha vida (pela negativa). Perdoadas estão, mas aqui eu não me esqueço de uma virgula do que me foi dito e feito durante meses e meses, anos e anos. Jamais será esquecido até porque foi algo que me fez sofrer e ao mesmo tempo crescer enquanto pessoa, enquanto mulher, apesar dos sacrifícios e choros que resultaram disso.
Hoje considero-me uma pessoa mais forte, capaz de perdoar, mas incapaz de esquecer!

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens