Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


O bom de estar sozinha

por *Márcia S.*, em 18.10.15

Durante anos preferi manter-me no meu mundo, sem sair para "fora de pé". Habituei-me a ser eu para tudo, para o bem e para o mal era eu quem me levantava e caía a vezes que fossem necessárias, era eu quem me auto-criticava e logo de seguida me levantava a moral. Sempre tive na minha cabeça o que queria, os objectivos todos traçados e as metas a alcançar. Ainda os tenho e é também por isso que encaro hoje todos os problemas de frente, sem fugir, sem me desviar. É por mim, pela minha felicidade, que não corro quando os problemas chegam e rebentam em cima de mim. Há dias que fico fraca, que quero fugir, mas logo de seguida vem a vontade de encarar tudo como se fosse o último dia da minha vida.

O bom de estar sozinha é isso mesmo, ser e fazer porque quero e gosto e não porque alguém ao lado nos incentivou a isso. O bom de estar sozinha, para mim, é isso mesmo! Não fingir ser o que não sou, conseguir ser eu mesma a 100% e não ser a percentagem mais pequena do que existe em mim.

 

Hoje, não posso viver sempre como quero. Nem sempre posso estar no meu mundo quando necessito. Hoje vivo como se o dia de hoje fosse o último dia, o último dia que poderia ter para fazer ou dizer algo. Viver de forma intensa q.b. e não perder oportunidades de dizer o que é importante a quem o é.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens