Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Sem medos

por *Márcia S.*, em 11.10.15

Olhando para trás fico surpresa com todos os medos que tive. Ser frágil é deprimente! Fez-me fazer um balanço entre passado-presente sobre medos passados e presentes. Perdi-os a todos (talvez das perdas que se tornam uma vitória pessoal). Perdi o medo de falar, de tomar uma posição, de mostrar parte de quem eu sou, de estar só, de me desiludir. Perdi o medo de deixar que entrem na minha vida. Principalmente perdi o medo de sair de casa e ver o mundo lá fora e o medo do próprio medo.

Hoje tenho medos, mas não vivo em função deles. São ignorados de cada vez que me aparecem pela frente.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens