Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Tempo de mudanças

por *Márcia S.*, em 25.09.15

Certo dia acordei e já não era mais uma menina. Os anos passaram e eu não dei por isso. Passei toda a adolescência sem a viver como uma adolescente "normal". Alguns anos escaparam por entre os dedos das mãos, sem que tivesse tempo de os agarrar. Fugiram como, a certa altura, fugi das pessoas. A menina, a certa altura, tornou-se mais madura sem dar por nada, sem pedir permissão, sem saber como. As dúvidas instalaram-se e não conseguia arranjar respostas para nada. A busca por respostas era cansativa ao ponto de eu não querer mais saber como me tornei uma pessoa mais adulta. Mudaram os gostos, as vontades, as atitudes, de forma tão rápida e brusca, sem que desse conta que tudo mudou. Mudou tudo e, quando percebi o que estava diferente, já era tarde para perceber quando tudo começou a ficar "diferente". Por mais que fizesse um esforço para entender, não chegava a nenhuma conclusão que fosse clara o suficiente. Mudei tanto, e em tão pouco tempo, que achei a mudança um tanto estranha. Hoje tudo se torna mais claro na minha cabeça e mais fácil de perceber. Hoje já tenho todas as respostas de que precisava.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens