Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Quem tem de gostar sou eu

por *Márcia S.*, em 05.09.15

Sempre ouvi dizer "ama-te para que te possam amar também", "se não gostares de ti, quem vai gostar?", "se não fores feliz, não fazes ninguém feliz". Resolvi seguir esses sábios conselhos. Demorou tanto mas tanto tempo a aceitar-me, gostar, amar-me e ser feliz. Não aconteceu de um dia para o outro, foi um processo gradual que me tornou mais forte em todos os sentidos. Não esperava ser fácil, mas também não esperava que fosse um caminho tão complexo, longo. Talvez tenha sido a partir desse momento que comecei a gostar dos caminhos mais difíceis e complicados para chegar onde quero. Talvez seja por isso que prefiro relacionar-me com pessoas mais complicadas, difíceis, mau feitio e maduras. Maioritariamente não sou eu que as chamo, são elas que me escolhem a mim. Aceitar-me foi o primeiro avanço para o que sou hoje. Veio o gostar de mim, o ser quem eu quero ser e gostar do que sou. Amar-me pelo que sou, como vou vir a ser e não como as pessoas podem pensar que eu sou. Ser feliz pelo que fui, pelo que sou e pelas minhas conquistas nos últimos 22 anos. Hoje não consigo sair de casa sem pensar primeiro que gosto de mim, que me amo a mim antes de amar seja quem for, que sou feliz com a certeza de que o sou mesmo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Os danos são lições de vida

por *Márcia S.*, em 05.09.15

Não acredito que quem nunca tenha sofrido, por qualquer motivo, seja "100% feliz". A meu ver são os danos que vamos tendo ao longo do tempo que nos dão verdadeiras lições de vida e nos fazem crescer, amadurecer e aprender a tirar o bom da situação de modo a sermos pessoas mais completas e felizes. Pessoalmente, nunca teria dado tanto valor para a minha felicidade, e nunca a vivia tão intensamente, se nunca tivesse tido danos passados.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens