Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Chorar também faz bem

por *Márcia S.*, em 30.07.15

Li algures, algum dia, que chorar alivia a alma. Há quem chore por tudo e por nada e quem raramente chore. Eu sou daquelas pessoas que tudo me faz chorar e tudo me faz rir. Contudo, não choro em frente em frente a qualquer pessoa. Normalmente prefiro chorar sozinha mas, se chorar em frente de outras pessoas é porque cheguei mesmo ao meu limite. É porque já estava tão descontrolada que não aguentava mais estar a controlar as lágrimas dentro dos olhos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sinto falta...

por *Márcia S.*, em 29.07.15

... de quando era uma inocente criança que não sabia a maldade das palavras que as pessoas me diziam. De quando tinha presente algumas das pessoas mais importantes da minha vida que acabaram por partir da minha vida, por força das circunstâncias. Sinto falta de pessoas que percebam quando estou triste pelo meu olhar ou pelo meu sorriso forçado. Por vezes sinto falta de um abraço, daqueles apertadinhos!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Relembrar o passado

por *Márcia S.*, em 28.07.15

É inevitável não falar de algo que aconteceu no passado, se prolongou durante anos e nos deu uma lição de vida e ainda nos vai condicionando o presente. Para mim tornou-se fácil falar do meu passado porque já ultrapassei grande parte do problema. Não posso negar que mexe comigo relembrar algumas partes, que me dá vontade de chorar e gritar que o mundo se dane! Mas chorar e gritar não apaga o passado e com o tempo aprendi a controlar-me. Consigo falar do assunto sem chorar e faz-me bem. Faz-me bem falar do que passei porque, aos poucos, consigo aliviar a dor que vai ainda permanecendo.
O tempo passa mas a memória não. A raiva começa a apoderar-se da mente e do corpo e é das piores sensações do mundo. Não só sentir raiva dos outros, mas sentir raiva de nós mesmos é algo que demora a passar.
Tudo isto para concluir que, no meu caso, relembrar o passado não é fácil mas compensa muito porque alivia e aos poucos me faz feliz.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Porque... não sou obrigada!

por *Márcia S.*, em 27.07.15

Não sou obrigada a falar com quem já me tratou mal ou me fez sofrer. Não sou obrigada a olhar para quem não me consegue olhar nos olhos, é por aí que consigo perceber se estão a ser sinceros ou não comigo. Não sou obrigada a tratar bem quem não me trata bem. Não sou obrigada a gostar de toda a gente, porque não sou obrigada a identificar-me com todos.
Quando questionarem a forma de como reagi a algo já sabem, não sou obrigada!

Autoria e outros dados (tags, etc)

Nunca estamos preparados para a perda

por *Márcia S.*, em 26.07.15

Todos sabem que, um dia, a vida acaba para todos nós (se não sabem, deviam saber). Porém, nunca estamos preparados para perder as pessoas de quem mais gostamos. Por mais que na nossa cabeça exista o pensamento que um dia aquela pessoa vai partir, não ficamos preparados para essa partida! Quando as perdemos, vemos o que realmente elas significavam para nós, o valor que tinham e como fazia sentido as palavras que nos diziam. Por mais que quiséssemos ficar preparados, é quase impossível. A perda de algumas pessoas nas nossas vidas faz com que nós mesmos, com o passar do tempo, nos vamos tornando mais crescidos e maduros.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Pág. 1/7



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens