Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Domingo é dia de...

por *Márcia S.*, em 14.06.15

Gosto e não gosto do domingo. Não gosto porque logo vem a segunda. Gosto porque, normalmente, faço algo de que gosto assim muito. Para mim o domingo é dia de ficar em casa de pijama, comer o que mais gosto, ver algum filme, inspirar-me para algumas das coisas que gosto de ir fazendo durante a semana, como escrever.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Sorriso tapa buracos

por *Márcia S.*, em 14.06.15

Muitas vezes dei por mim a sorrir para alguém, em vez de dar uma resposta. Porque não me quero chatear, porque não tenho resposta a dar, porque fiquei sem jeito ou simplesmente porque sim. É o sorriso tapa buracos.
Já o fizeram comigo e eu já o fiz com os outros. É inevitável. Dá-se um sorriso e pronto, assunto resolvido. Nem sempre tenho disposição para falar, responder, comentar ou discutir. Por vezes prefiro resumir-me ao silêncio e esboçar um sorriso. Se estou a agir bem? não sei. Mas, cada um age da forma que lhe apetece e o seu estado de espírito lhe dita.
Já me arrependi de ter dado sorrisos quando o que me haviam dito era ofensivo a mais para tanta simpatia. Mas, lá tapei o buraco com um sorriso para não me chatear. Arrependi-me sim, porque em algumas situações concordo que devemos ser mais grosseiros e firmes na forma como respondemos a certas provocações. (ok, não é totalmente certo responder a provocações, mas também certo não é deixarmos que nos humilhem).
Quando eu dava os bons dias e a resposta era um outro "bom dia", não havia mais nada a dizer, o sorriso tapa buracos lá estava.

Quando me sinto sozinha, sim porque em algum momento na vida já nos sentimos sozinhos por algum motivo, e começo a imaginar coisas na minha cabeça também sorrio. Rir de nós mesmos não tem mal e pode tapar, mesmo que por breves instantes, o buraco da solidão.

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens