Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Chega de rótulos

por *Márcia S.*, em 21.04.15

Hoje em dia, e cada vez mais é assim, vivemos numa sociedade que cria rótulos para tudo e todos.
Ora vejamos:
- Se tem óculos é uma caixa de óculos. Ora, as pessoas são obrigadas a não usar o que gostam só porque algum iluminado não gosta de ver uma pessoa de óculos?
- Se é magro é porque tem a mania das dietas, porque é um palito (muitos usam nomes de desenhos animados), porque é magríssima/o. Ora, uma pessoa não pode ser mais magra que o "normal" (uma coisa é falarmos em relação a estarmos bem de saúde, outra é o "normal" que as pessoas gostam de definir), não pode comer pouco porque quer continuar magra... ora bolas!
- Se tem uma testa grande é porque tem uma testa grande e é muuuuuuito feio (isto dito provavelmente por alguma perfeição, claramente!).
- Se é gordo(a) (e neste caso posso falar por experiência própria porque ouvi muita coisa que muita gente certamente já ouviu) é uma baleia, feia(o), que podia beber lixívia porque queimava muita gordura (a anormalidade de algumas pessoas chega a ser preocupante). Entre tantas outras lembro-me de mais umas quantas tais como poço de banhas, horrível, coitada(o) não deve ter ninguém a gostar dela(e), deve ter um deficiência. Acho melhor não continuar, pois existem alguns piores que estes....
Assim sendo, devemos viver numa sociedade com muita gente perfeita. Porque toda a gente critica, gostam de criticar e sentem-se bem a fazer mal aos outros. Sim, porque ninguém se sente bem a ouvir certos comentários, mesmo que TENTE levar na desportiva.
Ninguém tem o direito de nos ofender, insultar, humilhar e rotular seja do que for. Todos temos telhados de vidro!
Acho que está mais que na hora de dizer adeus aos rótulos que são aplicados todos os dias a tanta gente.
Se para um adulto é difícil gerir a situação, para uma criança é pior, pois não o sabe fazer.
Chega de rótulos!

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Mensagens